Resenha livro “A Moreninha”

A Literatura Brasileira possui destaque no cenário mundial pela inclusão dos elementos das culturas indígena, africana e europeia. Dentro deste contexto, pode-se destacar uma obra:
A Moreninha.
“A Moreninha” marcou o nascimento do gênero “romance” e foi o primeiro desses a atrair a atenção do público. Escrito por Joaquim Manuel de Macedo no século XIX, a história tem como personagens principais Augusto e Carolina. Augusto e seus amigos são estudantes
de Medicina, enquanto Carolina é uma menina travessa que tem por atividade preferida pregar peças nos outros. No desenrolar da história, Augusto conta que, quando ainda era
menino, conheceu uma garota na praia e os dois juraram amor eterno através de uma esmeralda e um camafeu. No final do romance descobre-se o óbvio: Augusto e Carolina eram essas crianças que estavam verdadeiramente apaixonadas. Finda-se o livro com o casamento dos protagonistas.
O que chama a atenção do leitor nessa obra é a capacidade do autor em unir romantismo e humor. A narrativa é irônica, mas seu foco principal é a história de amor entre os jovens. O leitor não se cansa até vê-los juntos. A crítica também considerou “A Moreninha”
uma grande obra, pois naquela época, eram os pais que escolhiam os esposos para as filhas. O livro quebrou as barreiras para a modernidade, porque o leitor incorpora, em sua alma, o amor de Augusto e Carolina.

Resenha Crítica de Andressa Rocha Muniz membro da ACADE7.
1º ano do Ensino Médio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>